Eleições 2012 - 13 de Abril de 2013 - 09h11

Representações das ultimas eleições foram todas julgadas

.

A Justiça Eleitoral da Comarca de Campo Erê já julgou as representações relativas às eleições suplementares que ocorreram no dia 3 de março passado.

A Coligação A Força da Verdade protocolou contra a coligação União, Paz e Trabalho duas representações, sendo elas por propaganda extemporânea, fazer campanha antes de registrar nomes no cartório eleitoral, nas redes sociais entre outros. O Ministério Publico ofereceu parecer julgando improcedente o que foi acatado pelo Juiz Eleitoral.

Outra ação foi oficializada contra o instituto de pesquisa POP de Roberto Lorenzon e o jornal Tribuna Regional de Dionísio Cerqueira. Nessa representação a coligação entrou com pedido de liminar por ter sido feito a coleta dos dados de forma ironia ou tendenciosa para burlar as informações e por em duvida o resultado final. Nesse caso o Ministério Publico deu parecer pela extinção da ação sem julgamento do mérito seguida pelo Juiz.

Já a coligação União, Paz e Trabalho pediu o indeferimento do registro e a diplomação do candidato eleito Rudimar Borcioni por propaganda extemporânea. A alegação era de que a veículos circulavam com adesivos com os dizeres “Feliz 2013”, representação que o MP não acolheu o pedido de propaganda eleitoral extemporânea, sendo que a propaganda partidária é permitida pela Lei eleitoral.

Outra representação refere-se ao uso indevido de bem privado de uso comum em que a coligação usou as dependências do CTG Estância do Oeste para a realização de evento político no dia 23 de Janeiro, mesmo sendo aquela entidade privada a alegação é de que o município paga a conta de água de toda a estrutura do parque da FAIC.

Os advogados da coligação informaram de que a representação proposta pela coligação União, Paz e Trabalho não é verdadeira e que realmente no dia 23 de Janeiro houve um evento naquele local, mas foi a pedido do sócio do CTG Heder Viganó, presidente do PMDB, que solicitou as dependência para comemorar seu aniversario.

O aniversariante agradeceu as homenagens e aproveitou a oportunidade para pedir a todos que la estavam, inclusive amigos adversários políticos. Procurado pelo site a diretoria do CTG informou de que o pedido esta oficializado em reunião que todo o sócio tem o direito de solicitar as dependências do clube para a realização de aniversários, desde que seja recolhida antecipadamente a taxa de limpeza, o que foi feito pelo solicitante.

Nessa representação o MP também julgou improcedente a reclamação e o Juiz Eleitoral determinou o arquivamento dessa e das outras representações propostas por ambas as coligações. Nenhuma coligação recorreu da decisão dos representantes da Justiça Eleitoral da 69ª Zona Eleitoral de Campo Erê.


Fonte: Jandir Sabedot

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2018