Campo Erê / Outros - 11 de Fevereiro de 2011 - 16h30

A PEDIDO - Filho de homenageada com nome de creche diz que mãe não gostava de aparecer.

Junior e sua manifestação

O filho de Odila Marcolina de Lima, homenageada pela Câmara Municipal de Vereadores com o nome do CIE do bairro Primavera, Ilson Vicente de Lima Junior, diz que sua mãe era discreta e não gostava de bajulação.

Ele procurou o site para manifestar-se com relação a questão.

Veja o que ele diz:

HIPOCRISIA, FALSIDADE, BAJULAÇÃO E APARECER COISAS QUE MINHA MÃE DETESTAVA, NUNCA QUIS APARECER, NUNCA TOLEROU AS OUTRAS COISAS TAMBÉM. DE LIVRE ESCOLHA OPTOU POR SER E TER UMA VIDA DISCRETA.

ENTÃO QUALQUER TIPO DE HOMENAGEM, QUALQUER TIPO DE DEMONSTRAÇÃO DE AFETO QUE VOCÊ POSSA QUERER FAZER À ALGUÉM O FAÇA EM VIDA, DEIXE-A SABENDO O QUE VOCÊ SENTE POR ELA, OU O QUE NÃO SENTE, SEJA VERDADEIRO, POIS FOI ISSO QUE ELA NOS ENSINOU.

NÃO ESPERE QUE SEJA TARDE DEMAIS PARA PODER DIZER UM, EU ME ORGULHO DE VOCÊ, OU PELO MENOS UM, EU TE ADMIRO. SE DEPOIS DE MORTOS PUDÉSSEMOS SABER O QUE FAZEM POR NÓS, SERIA ÓTIMO, MAS NÃO DÁ.

O HOMENAGEADO NÃO TEM ESCOLHA, POIS ISSO É UMA IMPOSIÇAO DOS VIVOS PARA APARECER E MASSAGEAR O PRÓPRIO EGO.

A nota vem encaminhada pelo autor Sr. Ilson Vicente de Lima Junior, de 46 anos residente em Campo Erê filho de Odila Marcolina de Lima.

Siga no Twitter: @campoeresc

Fonte: Jandir Sabedot

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2018