Justiça - 30 de Abril de 2018 - 20h58

Ministro do STJ manda denúncia contra ex-governador de SC à Justiça Eleitoral

Foto: Divulgação

O ministro do Superior Tribunal de Justiça Luis Felipe Salomão mandou a denúncia de crime de caixa 2 contra o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) para a Justiça Eleitoral de Santa Catarina. A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público Federal, feito em função da perda de foro do político depois que ele renunciou ao cargo de chefe do Poder Executivo estadual para concorrer ao Senado nas eleições deste ano.

Salomão entendeu que não era mais competência do STJ julgar o caso, que é relativo a suposto crime eleitoral. A defesa do político disse tem "todos os elementos para fazer os esclarecimentos necessários", que ele está tranquilo e que acredita que a ação "terá o mesmo destino do inquérito sobre a prática de corrupção passiva, amplamente investigada por 2 anos e que já foi arquivado".

O ex-governador é acusado de ter omitido, nas prestações de contas, o recebimento de doações de mais de R$ 9 milhões feitas pela construtora Odebrecht para financiamentos de campanhas em 2010 e 2014.

A investigação da Procuradoria Geral da República foi aberta depois da menção ao nome do então governador em planilhas apreendidas durante uma das fases da Lava Jato e que apontam repasses Odebrecht a políticos.

Colombo entregou à Assembleia Legislativa (Alesc) a carta de renúncia ao cargo de governador no dia 5 de abril.

Fonte: G1-SC

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2018