Campo Erê / Agricultura - 17 de Março de 2018 - 11h12

​Cidasc doa veiculo e certificado livre de brucelose e tuberculose em Campo Erê

Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

Em visita, na tarde desta sexta feira 16, o presidente da CIDASC – Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de SC, Eroni Barbieri, fez a entrega, por meio de convenio firmado entre a CIDASC e o município de Campo Erê, representado pelo prefeito municipal em exercício, Marcos Roberto Mariani, de um veiculo Fiat Uno, destinado para atendimento na secretaria da agricultura, o qual terá a finalidade de atuar no âmbito da agricultura do município, através da medica veterinária Isis Burtet Jankus.

Mais tarde na sede do CTG Estância do Oeste, o agricultor Carlos Finco, morador da linha São Roque, interior do município, recebeu das mãos do presidente o certificado de estabelecimento de livre criação de brucelose e tuberculose.

Essa é a terceira propriedade do município de Campo Erê, certificada, as demais foram o produtor Valdecir Antonio Tacca, morador da linha São Brás e o CEDUP – Campo Erê.

A entrega da certificação foi prestigiada pelo presidente do sindicato dos produtores rurais de Campo Erê, Rodrigo Viganó, da medica veterinária da Cidasc, Tatiana Duriex Penso, da prefeitura Isis Burtet Jankus, do medico veterinário que acompanha o processo de certificação Jaime Gabriel Junior, gestor da ADR Diogo Deotti, entre outros representantes de entidades e órgãos públicos.

Saiba mais

Certificação para Propriedades Livres de Brucelose e Tuberculose

Os procedimentos de certificação de propriedades livres de brucelose e de tuberculose obedecem aos princípios técnicos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), e, portanto, acreditados e aceitos internacionalmente.

O saneamento dos estabelecimentos que aderirem à Certificação de Propriedade Livre será feito testando todos os animais e sacrificando os reagentes positivos. Os testes serão realizados em todo o rebanho até se obter três resultados sem animais reagentes positivos, no período mínimo de nove meses.

Terminado o período de testes a propriedade recebe o certificado de livre de brucelose e tuberculose, sendo condicionada a manutenção ao cumprimento de todas as regras e normas sanitárias estabelecidas. Os testes, realizados por médico veterinário habilitado, devem ser repetidos anualmente em todos os animais.

Caso haja pretensão de ingresso de animais na propriedade são exigidos dois testes negativos, exceto se o gado for procedente de outra propriedade livre.

Os testes de diagnóstico de brucelose são realizados exclusivamente em fêmeas com idade maior ou igual a 24 meses, e que foram vacinadas entre três e oito meses; e também em machos e fêmeas não vacinadas a partir de oito meses de idade. Já os testes de diagnóstico para tuberculose devem ser realizados em todos os animais com idade igual ou superior a seis semanas.

As atividades de saneamento para a certificação de propriedades livres ou monitoradas serão feitas por médicos veterinários privados habilitados, aprovados em curso de treinamento reconhecido pelo Mapa.


Fonte: Campoere.com

Galeria

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

  • Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

    Foto: Jandir Sabedot/www.campoere.com

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2018