Campo Erê / Justiça - 16 de Novembro de 2017 - 14h22

​Polícia Federal identifica fraude em licitação no município de Campo Erê/SC.

Foto: arquivo www.campoere.com

No ano de 2010 o Ministério do Turismo celebrou convênio com o município de Campo Erê/SC, transferindo ao mesmo a quantia de R$ 100.000,00, para subsidiar a realização da “Festa da Produção de Grãos”.

O município contratou, por intermédio de uma empresa, shows com os artistas Sérgio Reis e Osvaldir e Carlos Magrão (eles não tem qualquer envolvimento com o crime investigado). Na 1ª operação o município contratou a empresa, sem fazer licitação. Por sua vez, essa empresa contratada pelo município, subcontratou outra empresa e esta (numa 3ª operação), contratou aquela que efetivamente gerenciava os shows dos artistas.

O valor pago pelo município foi de R$ 123.500,00, apurando-se na investigação que o preço recebido por Sérgio Reis foi de R$ 23.500,00. Osvaldir e Carlos Magrão receberam R$ 13.500,00. Alegou-se que o restante do valor eram de despesas com a organização do evento.

O inquérito foi encerrado em outubro do corrente ano, quando a Polícia Federal indiciou 6 pessoas pela prática do crime previsto no art. 89 da lei de licitações (Lei 8.666/1993, crime com pena prevista de 3 a 5 anos de detenção).

O Ministério Público Federal ofertou denúncia com base no inquérito policial e atualmente os indiciados respondem a processo junto ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Fonte: PF

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2018